Entenda o processo de reciclagem da lâmpada eletrônica

Ao comprar lâmpadas eletrônicas fluorescentes, o consumidor precisa saber que todas elas contem mercúrio, uma substância tóxica que se inalada pode danificar o sistema nervoso e também prejudicar os rins. No uso diário, esse componente químico não gera problemas, mas quando as lâmpadas são descartadas de forma inadequada, o mercúrio pode entrar no ambiente e se combinar com substâncias orgânicas, formando uma substância ainda mais toxica. O contato com mercúrio em excesso pode causar diarréia, dor de estômago, sangramento, entre outros sintomas.

Quando mantidas intactas as lâmpadas eletrônicas são seguras para o homem e o meio ambiente.

E é por isso que o processo de descarte e reciclagem das lâmpadas é importante e deve ser realizado corretamente. É bom saber que as tampas de metal, o vidro e o pó de fósforo podem ser reciclados. O mercúrio é recuperado facilmente e pode ser reutilizado. Mas devido à complexidade do processo de reciclagem, as lâmpadas fluorescentes devem ser encaminhadas para empresas especializadas em resíduos perigosos ou em pontos de coleta. Assim, quando for jogar fora uma lâmpada fluorescente, ao invés de simplesmente colocar no lixo, leve-a a algum ponto de coleta especializado o devolva na loja onde comprou. Por lei essas lojas são obrigadas a recolher as lâmpadas para realizarem a descontaminação e dar o devido destino final às fluorescentes. Mas, se acidentalmente uma lâmpada quebrar siga o passo a passo abaixo:

  • Afaste-se do local por cerca de 15 minutos e abra todas as janelas para que o fique arejado.
  • Não utilize aspirador para juntar o conteúdo da lâmpada. Isso pode fazer com que outros locais sejam contaminados quando o aparelho for usado novamente.
  • Use luvas para que o material não entre em contato com sua pele.
  • Envolva os cacos em papel de jornal e em um saco plástico.
  • Para recolher eventuais cacos remanescentes utilize papel toalha úmido.
  • Lacre o saco plástico com fita adesiva. Verifique se ele está bem vedado para evitar que o gás continue a ser dissipado.
  • Deixe o material recolhido separado para levar a um posto de coleta.
  • Ainda é necessário que o local em que a lâmpada quebrou seja limpo com água sanitária.
  • Lave bem as mãos com água corrente e sabão neutro.

Para saber mais informações sobre a Ultraluz, os produtos e serviços, siga nosso blog e acompanhe nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

Entre em contato

Esclareça suas dúvidas em nosso site e deixe que a Ultraluz faça parte de uma iluminação inteligente e eficiente para o seu ambiente.